Sauna a Vapor

Passar algum tempo numa sauna a vapor pode ser tanto relaxante como também revigorante. Mas, não é aconselhável para todos. Por isso são necessárias algumas cautelas em certas situações.

Mitos e outras Ideias Erradas sobre a Sauna a Vapor

O calor da sauna produz a liberação de suor em excesso, o que leva a um aumento da frequência cardíaca para intensificar a circulação, como também acontece em qualquer exercício físico.

Mas, como não é resultado de um verdadeiro exercício físico, a sauna não pode, por isso, substituí-lo. Também não é uma maneira eficaz de emagrecer. Qualquer perda de peso nestas circunstâncias resulta na perda de líquidos, o que leva a uma desidratação e não à perda de peso. A utilização excessiva da sauna para emagrecer pode, por isso, ser muito perigosa. Permanecer sentado numa sauna equivale a “eliminar as toxinas através do suor”.

mitos da sauna a vapor

Nas pessoas saudáveis, os rins eliminam os resíduos metabólicos. Assim, quem tem doenças renais podem, de algum modo, se beneficiar com essa transpiração. Mas, faça isso apenas se os médicos prescreverem a sua utilização.

Então, quais são os benefícios? Ela é relaxante e dá uma maior flexibilidade aos músculos caso seja associada a exercícios de alongamento. Além disso a sauna também dá um aspecto melhor à pele temporariamente. E, após o exercício, dá uma sensação de bem-estar.

A Exposição ao Calor

A sauna está fora de questão para as grávidas. O excesso de calor pode afetar o cérebro ou a medula espinal do feto e aumentar significativamente o risco dos defeitos congênitos. As crianças pequenas, os mais idosos e os diabéticos também são vulneráveis ao calor extremo.

Além disso, o calor da sauna pode agravar doenças do foro cardíaco ou circulatório como hipertensão arterial, artrite e alguns problemas de pele. Uma exposição prolongada pode exceder os limites da capacidade do organismo de regular a sua própria temperatura, causando exaustão pelo calor – situação em que a temperatura do corpo humano pode atingir os 42°C.

Por isso você deve estar alerta a todos os sinais como transpiração reduzida e frequência cardíaca muito aumentada, e para a pele, que de repente fica quente, avermelhada e seca.

Os sintomas incluem também uma sensação de desmaio ou de desorientação. A exaustão pelo calor é uma emergência, ou seja, você deve abandonar imediatamente esse ambiente, esperar o corpo esfriar e consultar um médico.

Cuidados a Ter caso se Submeta à Sauna

Em qualquer caso, há que ter algumas cautelas como:

  • Não permaneça na sauna mais do que 10-15 minutos. Se surgirem sinais de mal-estar, congestão ou aumento da temperatura da pele, abandone a sauna imediatamente.
  • Mantenha baixa a temperatura da sauna. Para uma sauna seca, não exceda os 82°C, para uma sauna úmida, não exceda 50°C. Atenção às temperaturas das saunas de alguns health clubs, que podem ser mais elevadas.
  • Reduza a umidade. Níveis elevados de umidade afetam a capacidade de transpirar. E o calor úmido tem mais probabilidades de causar queimaduras da pele do que o calor seco.

  • Sente-se em uma toalha. As superfícies da sauna podem ter bactérias e transmitir infecções, por isso use uma toalha para se sentar e evitar esses riscos.
  • Beba água. Antes, durante e depois da sauna para repor rapidamente os líquidos perdidos.
  • Nunca utilize a sauna após a realização de exercícios físicos prolongados e intensos. Caso contrário você vai atingir níveis críticos de esforço físico. Também não faz sentido recorrer à sauna quando a temperatura ambiente for elevada (como sucede em alguns países no Verão).
  • Não coma nem beba álcool antes da sauna. A digestão dos alimentos e do álcool entra em conflito com o afluxo de sangue na pele, essencial para o esfriamento da mesma. O álcool também pode reduzir os níveis de consciência, impedindo você de estar atento ao aquecimento da sua pele.

Leave A Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *